Na era “Mobile” não só é importante, como obrigatório ser responsivo.

Provavelmente, não é surpresa que o uso da internet móvel tenha disparado nos últimos anos. De acordo com pesquisa nacional sobre os hábitos de utilização da internet no Brasil, feita pela Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e Instituto Ipsos, mostra que o smartphone se consolidou como principal meio para acessar a internet no país, utilizado por 69% dos internautas em 2016.

Os dados revelam que o crescimento foi de 11 pontos percentuais em relação a 2015.

Neste post, explicamos por que ter um website responsivo é tão importante para o seu marketing, bem como algumas considerações importantes que você deve ter em mente ao criar um website responsivo.

 

Qual a diferença entre design “mobile e design “responsivo”.

Existem dois métodos principais para criar sites móveis: design responsivo e modelos móveis.

O design responsivo exige que você tenha apenas um website codificado para se adaptar a todos os tamanhos de tela, independentemente do dispositivo em que o site esteja sendo exibido.

Por outro lado, um modelo para dispositivos móveis é uma entidade completamente separada que exige que você tenha um segundo site ou subdomínio exclusivo para dispositivos móveis. Modelos móveis também são criados para cada site específico, não por tamanho de tela. Isso pode causar alguns problemas, conforme discutiremos abaixo

O design responsivo, um termo originalmente cunhado em um artigo de 2010 da A List Apart de Ethan Marcotte, tem sido de longe o método mais popular e amplamente usado para criar um website para dispositivos móveis

 

Aqui estão algumas das razões inegáveis que explicam porque seu site precisa para ser responsivo.

 

1. O uso de celulares aumenta cada dia mais.

Isso pode não ser uma surpresa para a maioria de vocês, mas, apesar das estatísticas impressionantes abaixo, muitas empresas ainda não têm um website para dispositivos móveis. Espero que, lendo essas estatísticas do Smart Insights, acenda um fogo para parar de ignorar a necessidade de um website para dispositivos móveis.

Mais de 20% das pesquisas do Google são realizadas em um dispositivo móvel.

Em 2012, mais da metade das pesquisas locais foram realizadas em um dispositivo móvel.

No Brasil, usuários utilizam como principal meio para acessar a internet no país, utilizado por 69% dos internautas em 2016.

61% das pessoas têm uma opinião melhor sobre as marcas quando oferecem uma boa experiência em dispositivos móveis.

25,85% de todos os e-mails são abertos em celulares e 10,16% são abertos em tablets.

 

2. A experiência positiva para o usuário é muito importante

De acordo com o Think Insights  do Google, se um usuário acessa seu website para celular e fica frustrado ou não vê o que está procurando, há 61% de chance de sair imediatamente e ir para outro website (provavelmente um concorrente). Também é dito que, se eles tiverem uma experiência positiva com seu website para dispositivos móveis, um usuário terá 67% mais probabilidade de comprar um produto ou usar um serviço.

 

3. Blogs e atividades sociais atraem visitantes móveis

Se você é como a maioria dos profissionais de marketing de entrada e tem elementos de blogs e mídias sociais incorporados em sua estratégia, provavelmente você está vendo um aumento no tráfego de dispositivos móveis. Um estudo recente da ComScore cita que 55% do consumo de mídia social acontece em um dispositivo móvel.

Dito isso, se você estiver compartilhando links de conteúdo ou links para seu website e não tiver um website compatível com dispositivos móveis, você não apenas terá altas taxas de rejeição e baixas taxas de conversão, mas também um público frustrado.

 

4. O design responsivo é preferido para SEO.

Em junho de 2012, no SMX Advanced, Pierre Farr, do Google, declarou oficialmente que o Google prefere o design responsivo da web em relação aos modelos para celular. Com um único URL, é mais fácil para o bot do Google rastrear seu site, além de reduzir as chances de erros de SEO na página. Por esses motivos, os sites responsivos geralmente têm um desempenho melhor e são mais fáceis de manter do que um site de modelo para celular separado.

 

5. Um site responsivo rápido é fundamental.

De acordo com os Desenvolvedores do Google PageSpeed, os padrões recomendam que o conteúdo acima da dobra em um dispositivo móvel seja carregado em menos de um segundo e que a página inteira seja carregada em menos de dois segundos. Isso normalmente não é possível ao carregar um site em um dispositivo móvel. Quando um usuário precisa esperar muito para que uma página seja carregada, há uma chance extremamente alta de que ele saia do site. Está curioso sobre o desempenho do seu website atual em um dispositivo móvel? O Google Developers tem essa pequena ferramenta bacana para verificar a velocidade do seu site para dispositivos móveis.

 

6. Responsivo se adapta a dispositivos futuros.

Um dos grandes benefícios do design responsivo é que o tamanho do modelo é projetado com base no tamanho da tela, não no dispositivo. Isso significa que não importa o tamanho da tela  que alguém esteja visualizando seu site, ele será exibido corretamente para esse tamanho de tela.

Assim, no futuro, quando novos dispositivos (TVs, relógios, óculos etc.) estiverem sendo usados para navegação na Web, seu site responsivo continuará bonito.

Seguindo em frente, será extremamente importante que seu site forneça aos usuários de dispositivos móveis uma experiência fácil de usar. Ter um website para dispositivos móveis não é mais apenas um bom recurso – ao contrário, agora é uma necessidade e, literalmente, afeta o crescimento de seus negócios.